Drogas e sexo, uma combinação que nunca passa de moda

560
SHARES
Tempo de leitura 6 minutos
Desenho de uma senhora flertando com um lobo que representa as drogas
Desenho de uma senhora flertando com um lobo que representa as drogas

 

É curioso ver como muitas representações antigas de diferentes culturas simbolizam a relação entre drogas e sexo. Sítios arqueológicos com centenas ou milhares de anos onde foram descobertos objetos relacionados com festas ou rituais onde os participantes consumiam substâncias psicotrópicas para melhorar suas relações sexuais, já que essa era a forma de celebrar alguns eventos. Inclusive na mitologia grega até têm um deus que representava a diversão, Dionísio, ou Baco para os romanos. O caso é que se trata de 2 dos maiores prazeres da vida, e por esta razão sempre acompanharam os humanos de forma instintiva. Há substâncias que aumentam o desejo sexual, outras que desinibem, algumas que potencializam as relações e outras servem para levar o sexo a outra dimensão. Agora com certeza você quer saber quais são as melhores Não é? Pois está com sorte, porque neste post vamos ver as 10 melhores drogas para desfrutar melhor das relações de casal…👩‍❤️‍👨

 

1- MDMA

 

Se é chamado Êxtase é por alguma razão, e é que esta droga combina efeitos psicoativos, estimulantes, empatogênicos e entactogênicos. A MDMA convida a socializar com outras pessoas, até mesmo com desconhecidos, com os quais se pode alcançar um grau de empatia que em estado normal seria impossível. Isso ajuda a quebrar uma primeira barreira, mas esta substância também nos abre de outra forma, e é que seus efeitos estimulantes potencializam o desejo sexual como só os melhores afrodisíacos fazem. Mas o melhor vem depois, já que o poder entactogênico desta droga multiplica o prazer, e combinado com a euforia e bem-estar que produz, transforma-se nisso, puro êxtase. Alexander Shulgin é o pai dos químicos de pesquisa (Research Chemicals) e junto à Ann Shulgin, sua esposa, experimentaram os efeitos de muitas drogas nas relações de casal, colocando sempre a MDMA como a número 1.

 

2- Cannabis

A maconha provoca diferentes efeitos, como acontece com a MDMA, embora com menor intensidade. Em muitos casos ajuda a socializar, embora também seja comum que convide à introspecção, isso depende de cada pessoa ou até mesmo do momento. Os canabinoides interferem na sensibilidade da amígdala diante dos estímulos, e dentro destes estão as relações sexuais. Também melhora o estado de ânimo, algo que incide diretamente no apetite sexual, portanto fumar erva pode ser uma boa maneira de iniciar uma noite de paixão.

É preciso diferenciar entre variedades de maconha sativa e maconha indica, as primeiras têm maior poder estimulante e podem servir para desinibir, aumentar o prazer, ou prolongar as relações. Mas as indicas são mais sedativas e narcóticas, o que pode levar a perder o apetite sexual ou tornar o sexo mais entediante.
 
Download completely free the marijuana dictionary
Free Download Cannabis Dictionary 2023 Edition
Insert a correct email address
You must accept the privacy policy
SITE OF SHOPS ONLINE S.R.L with CIF: B98262777 and address for notifications in C/ VEREDA MAS DE TOUS Nº 22 LOCAL C, 46185 LA POBLA DE VALLBONA, VALENCIA, Phone: 961658271 Email: customer(at)pevgrow.com
At the name of Consulting we process the information you give us in order to provide the requested service, perform the billing of the same. The data provided will be kept as long as the business relationship is maintained or for the years necessary to comply with legal obligations. The data will not be transferred to third parties except in cases where there is a legal obligation. You have the right to obtain confirmation as to whether SITE OF SHOPS ONLINE S.R.L. is processing your personal data and therefore you have the right to access your personal data, rectify inaccurate data or request its removal when the data is no longer necessary
 

3- Álcool

O álcool é a droga mais aceita na cultura ocidental, tanto que é difícil encontrar eventos ou celebrações onde não se brinde com bebidas alcoólicas. Em geral é bastante ruim, sua toxicidade mata milhares de pessoas todos os anos, provoca uma ressaca horrível, e o que é pior, sob seus efeitos ocorrem todo tipo de acidentes e atos que em um estado de sobriedade não aconteceriam. Mas o álcool também tem suas partes boas, não só porque ajuda a desinfetar ou curar feridas, também pode nos ajudar na cama, especialmente nas relações pré-sexuais. Nenhuma outra substância provocou mais gravidezes indesejadas, e é que com duas doses a mais alguém está disposto a fazer quase tudo o que lhe propuserem. O álcool desinibe muito, muitíssimo, e além de perder o senso do ridículo pode fazer você acreditar que aquela pessoa que olha para você é a mais bela do mundo, nunca falha, e se falha é porque você não bebeu o suficiente. Mas é preciso calcular bem a quantidade, na medida certa pode tornar o sexo muito mais lúdico, mas se você exagerar pode se transformar em um verdadeiro desastre.

 

4- Cocaína

Quem nunca ouviu falar das festas brancas? Sim, aquelas em que a cocaína e o sexo são os protagonistas. E é que a coca entre seus efeitos mais aclamados está também o de afrodisíaco, ou mais bem o de desinibir, que é uma das formas de iniciar relações ou aprofundar nelas.

A cocaína é uma arma de dois gumes quando utilizada para ter sexo, já que de certo modo seu poder estimulante pode ajudar em um dado momento, mas também acontece frequentemente encontrar homens que lhes produz disfunção erétil, portanto não é eficaz para todo mundo.

Alguns homens aplicam coca no pênis para manter a ereção por mais tempo, mas isso também não é muito saudável, e além disso pode reduzir o prazer, já que essa substância também é anestésica.

 

5- Viagra

Sem dúvida é a droga para o sexo mais famosa da história, pois foi criada especificamente como química para melhorar as relações de casal. Estima-se que até 50% dos homens com mais de 50 anos sofrem de disfunção erétil, algo que essas pílulas azuis podem resolver facilmente.

Recomenda-se tomar o viagra 1 hora antes do sexo, embora seus efeitos comecem a ser notados antes, não é até cerca de 60 minutos que se atinge a maior concentração de sangue, o que facilita a ereção prolongada até 5 ou 6 horas depois.

O princípio ativo do viagra é Sildenafil, e tem alegrado a vida de milhões de casais em todo o mundo desde que saiu ao mercado há mais de 20 anos. Durante os últimos anos muitos jovens começaram a tomá-lo pensando que potencializa as relações sexuais, algo que só notam os homens com disfunção erétil.

 

6- LSD

Pode parecer surpreendente, mas a sexodelia é outra forma de desfrutar dos efeitos psicotrópicos do LSD. Alguns casais de psiconautas experientes como o casal Shulgin, ou o casal formado pelos artistas Alex e Allison Grey experimentaram em muitas ocasiões o sexo sob a influência de enteógenos deste tipo, relatando depois que a interconexão que se consegue multiplica o prazer, alcançando experiências tântricas. A sinestesia que produz o ácido lisérgico faz com que, embora não seja um entactógeno como o MDMA, sim afina o sentido do tato, conseguindo um extra de prazer que em estado normal não somos capazes de alcançar. O momento do clímax pode ser apoteótico estando de trippy, um orgasmo elevado à sua máxima expressão.

 

7- Lótus azul

Pode-se considerar como a primeira substância natural utilizada pelos humanos para melhorar as relações sexuais (mais informações aqui sobre o Lótus azul). Esta planta originária do norte da África aumentou a natalidade nesta região graças ao seu poder afrodisíaco, e por essa razão espalhou-se pelo mundo e seu consumo continua até hoje. O Lótus azul produz efeitos eufóricos e narcóticos, dependendo da dose utilizada, mas também é muito comum o efeito estimulante, que geralmente abre o apetite sexual, aumenta o desejo, ou melhora as relações de casal em termos de intensidade e duração. Por estas razões era tão valorizada esta planta entre algumas culturas antigas.

 

8- Popper

O Popper é uma mistura líquida composta por nitrito de amilo, nitrito de isobutilo e nitrito de butilo que se consome através de inalações para melhorar as relações sexuais. Esta substância atua de diferentes maneiras, dilatando os músculos da vagina ou do ânus, e aumentando a frequência cardíaca e elevando um pouco a temperatura corporal. Também é vasodilatador, por isso ajuda a conseguir melhores ereções, por isso se tornou tão popular esta substância entre a comunidade gay. Mas nem tudo é festa e diversão com esta droga, a duração de seus efeitos geralmente não é superior a 3 minutos, então os usuários costumam redosificar frequentemente, e embora pareça que em doses baixas não é uma substância muito tóxica, quando se abusa aparecem os problemas. Uma intoxicação por popper pode terminar em tonturas, convulsões, perda de visão e até pode causar danos ao sistema nervoso, então você sabe, tudo com moderação.

 

9- Anfetaminas

As anfetaminas são muito estimulantes, dão vontade de fazer tudo sob seus efeitos, e claro, o sexo também. Esta substância aumenta os níveis de dopamina e noradrenalina no nosso cérebro, o que nos traz felicidade, bem-estar e positividade, algo que ajuda bastante a quebrar o gelo com pessoas desconhecidas, ou a aprofundar mais nas relações. Também podemos sentir um extra de energia e resistência, levando o sexo a outro nível de intensidade, embora isso também tenha seus riscos. Ao eliminar a sensação de cansaço é fácil que façamos um esforço excessivo, e isso pode trazer problemas, especialmente no dia seguinte. O excesso de atividade ou seu tempo prolongado também pode causar feridas, sangramento, arranhões ou rasgos nos órgãos sexuais, e é que quando você está anfetamínico quase não sente dor. Mas o pior com essas substâncias vem a longo prazo, já que além de provocar a falta de motivação, pode deixar afetados os receptores de prazer, e ainda mais, nos homens pode acabar em disfunção erétil, arruinando sua vida sexual.

 

10- Mefedrona

Esta droga é bastante nova e desconhecida para muitas pessoas, embora em círculos fechados fosse bastante consumida até sua proibição em 2010. Originária das catinonas, quimicamente muito semelhantes às anfetaminas, embora com efeitos diferentes, entre estimulantes e empatogênicos, por isso neste caso a mefedrona se parece mais com a MDMA. A sensação de euforia, locuacidade e bom humor, somada ao poder afrodisíaco que muitos usuários afirmam alcançar, e à alta resistência que proporciona, fazem desta substância uma das favoritas para fazer sexo para muitas pessoas. O problema é que, por ser tão nova, não se sabe as consequências que seu consumo a longo prazo pode ter, portanto recomendamos informar-se bem antes de seu uso.

 

 

⭐ Conclusão

 

Hoje vimos que existem muitas drogas diferentes que podem levar o sexo a outro nível de intensidade, prazer, sensações ou duração, mas também aprendemos que se não fizermos um bom uso dessas substâncias podem estragar as relações e até outras questões da nossa vida, por isso sempre é preciso tomar tudo com moderação.🧐

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]
Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!
Fran Quesada Moya
Fran Quesada Moya
Editor da Pevgrow, ativista e aficionado pelo cannabis em todos os seus campos, especialmente na criação e desenvolvimento de novas variedades.
Veja mais postagens
Participate in the discussion

Leave a Comment